Forças de Segurança do AM dobram apreensão de munições e retiram mais armas de circulação

Todas as apreensões foram registradas nos quatro primeiros meses do ano

As ações integradas das Forças de Segurança do Amazonas resultaram em um aumento de 102% na apreensão de munições, durante os primeiros quatro meses de 2024. Os dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) mostram, ainda, que houve crescimento, também, na retirada de armamentos das mãos dos criminosos.

Os dados do Centro Integrado de Estatística (Ciesp) da SSP-AM revelam que, entre janeiro e abril deste ano, as Polícias Civil (PC-AM) e Militar (PMAM) apreenderam um total de 8.539 munições de diversos calibres. Durante o mesmo período de 2023, foram 4.223 unidades.

Entre os últimos quatro meses, março foi o que apresentou maior quantitativo. Durante os 31 dias, as ações integradas retiraram de circulação 4.405 munições. O quantitativo equivale a quase a mesma quantidade apreendida durante o primeiro quadrimestre do ano anterior.

De acordo com o comandante-geral da PMAM, coronel Klinger Paiva, o aumento significativo nas apreensões de armas e munições é resultado do trabalho integrado da PMAM com as Forças de Segurança do Amazonas e com a Polícia Federal.

“A Polícia Militar tem realizado inúmeras operações integradas com a PC, SSP e até com a PF. Essas ações, que possuem o apoio das equipes de inteligência, estão gerando um aumento nas apreensões de armas, inclusive de grosso calibre, como fuzis e submetralhadoras. Todo esse trabalho nos possibilita tirar de circulação os materiais ilícitos e garantir mais segurança para a população amazonense”, declarou o comandante-geral.

Armas

Mas não foi somente a apreensão de munições que cresceu. A retirada de armas de diversos calibres também apresentou aumento. O crescimento foi de 24%, conforme os dados do Ciesp. Durante o primeiro quadrimestre deste ano, as Forças de Segurança apreenderam 558 armamentos, sendo 507 de fabricação industrial e 51 de confecção artesanal (armas caseiras).

Para o secretário da SSP-AM, coronel Vinícius Almeida, o trabalho estratégico e de inteligência realizado pelo sistema de segurança pública é fator essencial para alcançar resultados na área. “Quando a polícia retira as armas e munições das mãos de criminosos, mais crimes são evitados, aumentando a sensação de segurança da população”, afirmou.

Além das armas de fogo, houve a apreensão, ainda, de outras 67, sendo simulacros, que também são utilizados para a prática de crimes, principalmente roubos.