Globo não consegue acordo com TV A Crítica e cancela transmissão do Festival de Parintins 2024

A emissora local tem contrato para o evento até 2025 e é detentora dos direitos de exibição do evento.

A Rede Globo anunciou o cancelamento da transmissão do Festival de Parintins 2024, uma das mais celebradas festas regionais do Brasil, devido à falta de acordo com a TV A Crítica, detentora dos direitos de exibição até 2025. A emissora chegou a divulgar que exibiria o evento, mas as negociações não avançaram conforme esperado, apesar de um entendimento prévio com o governo do Amazonas.

“A Globo iniciou conversas para a transmissão do Festival de Parintins, mas não conseguiu chegar a um acordo com a detentora dos direitos de exibição do evento”, declarou a emissora em nota.

O comunicado ressalta que a Globo continua interessada em exibir o festival em suas diversas plataformas, tanto para o Brasil quanto para o mundo, destacando a importância da festa do folclore dos povos da floresta. A emissora também garantiu que manterá sua cobertura jornalística local e nacional do evento. “A formalização do nosso interesse tinha como objetivo integrar o Festival de Parintins ao portfólio de grandes transmissões da Globo, palco das principais festas culturais e populares brasileiras. O evento continuará presente na cobertura nacional do jornalismo da Globo e da Rede Amazônica”, concluiu a nota.

Em maio deste ano, a Globo havia anunciado que transmitiria a edição de 2024 do Festival de Parintins, marcada para ocorrer entre os dias 28 e 30 de junho, com uma exibição dos melhores momentos na TV aberta no dia 7 de julho. A decisão de buscar os direitos de transmissão do festival veio após o sucesso de Isabelle Nogueira, terceira colocada no Big Brother Brasil 24 e cunhã-poranga do Boi Garantido, uma das figuras centrais do festival.

LEIA MAIS:  VÍDEO: Mulher negra é morta a tiros por policial após ligar para emergência nos EUA

Isabelle Nogueira impulsionou a audiência do BBB 24 em Manaus (AM), alcançando médias acima dos 40 pontos, a maior audiência do reality show em todo o Brasil. O impacto de Isabelle no BBB 24 chamou a atenção da Globo para a potencial audiência do Festival de Parintins, dada a popularidade da participante e sua ligação com a festa.

O Festival de Parintins é uma das mais importantes manifestações culturais da região Norte do Brasil, celebrando a rivalidade entre os bois Garantido e Caprichoso em um espetáculo de música, dança e encenação que atrai milhares de visitantes e espectadores a cada ano. A festa é um reflexo da rica cultura amazônica e um evento de grande significância para os habitantes da região e para os admiradores do folclore brasileiro.

A TV A Crítica, que detém os direitos de transmissão até 2025, é um canal local com forte presença na Amazônia, e sua parceria com o festival tem sido um elemento crucial para a disseminação e valorização da cultura local. O impasse nas negociações com a Globo destaca a complexidade das relações entre grandes redes nacionais e emissoras regionais, que frequentemente possuem contratos exclusivos para eventos locais.

Apesar da ausência da transmissão ao vivo pela Globo, a emissora garantiu que o Festival de Parintins receberá ampla cobertura jornalística, assegurando que os telespectadores em todo o país terão acesso às principais notícias e momentos da festa através de seus noticiários. A Rede Amazônica, afiliada da Globo na região Norte, também desempenhará um papel importante nessa cobertura, mantendo o público informado sobre todos os aspectos do evento.

LEIA MAIS:  Prefeitura entrega ponto comercial na Praça Pet ao ‘Café da Manhã do Pastor’

Em suma, a decisão da Globo de não transmitir o Festival de Parintins 2024 é um reflexo dos desafios enfrentados nas negociações de direitos de transmissão, mas a emissora permanece comprometida em celebrar e divulgar a cultura amazônica através de sua abrangente cobertura jornalística.