Mudanças climáticas e crescimento populacional desafiam indústria de alimentos

Setor que responde por 10,8% do PIB nacional busca união e conhecimento para se tornar mais resiliente às adversidades

A indústria brasileira de alimentos e bebidas faturou 7,2% a mais em 2023 na comparação com o ano anterior, e registrou aumento de 5,1% na produção. Na soma de exportações e vendas para o mercado interno, o setor alcançou R$ 1,161 trilhão.

Os números, acrescidos da totalização de 270 milhões de toneladas de alimentos e bebidas, revelam um panorama promissor. No entanto, diante de desafios, nos quais se incluem mudanças climáticas e crescimento significativo da população mundial que se abastece dos produtos brasileiros, a indústria nacional é impelida a buscar alternativas que assegurem produtividade com qualidade e responsabilidade ambiental.

Com foco nas transformações e nos principais problemas enfrentados pela comunidade global de alimentos e bebidas, o V International FoodTech Forum, realizado nos dias 5 e 6 de junho, no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital Campinas), reúne lideranças mundiais em palestras e painéis norteados pelo tema “A indústria de alimentos resiliente, colaborativa e inclusiva”.

Os dados sobre produção e performance econômica do setor no ano anterior constam de um documento divulgado pela Associação Brasileira de Alimentos (ABIA). De acordo com o relatório, esta indústria, que processa 60,9% de tudo o que é produzido no campo e destina 73% ao mercado interno, responde por 10,8% do PIB nacional.

O aumento do faturamento do setor está atrelado ao volume de exportações, que expandiu 5,2% em valor, alcançando o recorde de US$ 62 bilhões. Produtos de proteínas animais, produtos do açúcar, farelo de soja, óleos e gorduras, sucos e preparações vegetais respondem pelo bom desempenho. China, Liga Árabe e União Europeia estão entre os maiores mercados consumidores.

Em inovação, pesquisa e desenvolvimento, ampliação e modernização de plantas foram investidos R$ 35,9 bilhões, ou seja, 50% a mais que em 2022. As 38 mil empresas do setor totalizaram no ano passado 1,97 milhão de empregos diretos e formais e 7,9 milhões de indiretos.

LEIA MAIS:  Escola de Contas do TCE-AM chega a Itacoatiara para curso sobre a Nova Lei de Licitações

Voltado a sustentabilidade, meio ambiente, inovação, operação Supply Chain, design de alimentos, qualidade e segurança alimentar, pesquisa e desenvolvimento, novos negócios, pesquisa e ciência, tecnologia e estratégia, o fórum vai reunir representantes de vários segmentos, além da indústria de alimentos e bebidas: governos, agências de fomento, fornecedores de ingredientes e equipamentos, empresas de food service, de embalagem, universidades e instituições de pesquisa.

Não por acaso, esta edição escolhe como tema central “A indústria de alimentos resiliente, colaborativa e inclusiva”. “A resiliência pode ser entendida como uma capacidade que permite lidar com as adversidades, absorver choques e promover adaptações à medida que rupturas e crises se interpõem às realizações”, destaca Silveira.

Com palestras, workshops, participação de investidores e público especializado, o International FoodTech Forum e o FoodTech Expo constituem uma chance única de networking. “Os participantes poderão pré-agendar reuniões para se conectarem a uma rede de oportunidades”, diz o organizador dos eventos.

O IV FoodTech Expo vai reunir as startups mais disruptivas do Brasil e da América Latina e as mais importantes agri-food techs sul-americanas. Com mentores globais, a exposição proporciona também acesso a investidores.

As startups expositoras do FoodTech EXPO vão participar da seleção do Foodtech Global Challenge. Com escolha do público, as cinco mais votadas serão selecionadas para o pitch final do evento, no dia 06/06, com um corpo de jurados definindo a vencedora.

O International FoodTech Forum e o FoodTech Expo são eventos carbono zero. Tudo o que for gerado para a realização da programação será compensado em créditos de carbono na parceria do FoodTech Hub Latam com a Ambipar. “Somos o primeiro evento de FoodTechs da América Latina com esse viés de sustentabilidade, um dos pilares do ecossistema FoodTech Hub Latam”, ressalta Paulo Silveira.

LEIA MAIS:  Justiça determina paralisação de obra da gestão David no Parque dos Bilhares

PROGRAMAÇÃO

  • 5 de junho – abertura, às 9h

Participações de Paulo Silveira (fundador e CEO do FoodTech Hub Latam), Dário Saadi (prefeito de Campinas), Adriana Flosi (secretária de Desenvolvimento, Tecnologia e Inovação na Prefeitura de Campinas), Fabiana Alves (pesquisadora MDIC/SEV) e Cleber Oliveira Soares (secretário executivo adjunto da Secretaria Executiva do MAPA).

CEO Resiliente, às 9h30

Leonardo Fausto Zipf (presidente Duas Rodas), André M. Menezes (co-founder and former CEO TiNDLE), Damien Chapelier (head of Region South America at Bühler Group) e Paulo Silveira (fundador e CEO do FoodTech Hub Latam).

Inovação Resiliente e Colaborativa, às 11h30

Luciana Souza (head de P&D Unilever Nutrition Latam), Fernando Bocchi (diretor de Pesquisa e Desenvolvimento/M. Dias Branco S.A.) e Sandra Biben (business research and Development director Food Solutions South America/Cargill), Aline Mór (head of Nestlé R&D Latam), Steven Rumsey (director, Innovation & Technology at Duas Rodas Industrial) e Paula Hemerly (Global R&D Open Innovation Lead/Mondeléz).

NutriTech: Nutrição e Inteligência Artificial, às 15h

Renata M. Marchese (Data Scientist & Head Educacional/Ada Tech), Mário Paiva (gerente de P&D e Transformação Digital Unilever), Gisele Bannwart (Inovação e Nutritional Advocacy/DSM), Carmen Santillán (head of Consumers and Sensory Insigths Latam) e Marilia Regini Nuti (pesquisadora da Embrapa Agroindústria de Alimentos).

Cadeias Sustentáveis e Inclusivas – Cacau, às 16h10

Lucimara Chiari (coordenadora geral descentralizada de Pesquisa e Inovação – CEPLAC), Anna Paula Losi (presidente executiva da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau – AIPC) e Diogo Rezende (diretor comercial da Yara Brasil).

Fermentação de Precisão, às 17h10

Ana Paula Forti (Processing Director/Tetra Pak), Dr. Adalberto Pessoa (Universidade de São Paulo – USP), Dr. Euclesio Bragança (médico e pesquisador/Fundador Integralmedica e Fundador da Clínica Body 4 Life), Eduardo Zavala (CEO & Founder at Done Properly), Osmar Carvalho Netto (sócio diretor/BIOinFOOD).

LEIA MAIS:  Justiça ordena que prefeitura retire famílias de área de risco em Manaus

6 de junho

Pegada de Carbono em Sistemas Alimentares, às 9h

Alessandra Fajardo (diretora de Engajamento – Public Affairs & Sustainability Crop Science na Bayer), Marcelo C. Gobitta (Food Chain Manager, Yara Brasil Fertilizantes), João Valente (diretor de Ativos Digitais Ambipar) e Sibelle Andrade Silva (assessora da Presidência da Embrapa).

Estratégia Digital e Tecnologia na Cadeia de Suprimentos, às 10h15

Fernanda T. Franklin (Nutrition Planning Director South Latam/Unilever) e Yuri Belentani (head Global do Centro de Competência de Proteína Animal/Siemens).

Educação, Pessoas e Organização, às 12h

Lúcio Vicente (diretor do Instituto Akatu), Luciana Camargo (diretora da ABRH-SP – Comitê Estratégico), Ana Maranhão (gerente executiva de Talentos Latam/Bayer), Adriana Chaves (sócia na Cia de Talentos, conselheira de administração e professora na FIA, Cesar School e ESALQ) e Gustavo Tavares (gerente geral Latam/Top Employers Institute).

Colaboração Startups-Empresas: Casos de Sucesso, às 14h30

Benoit Buntinx (director of Business Creation at EIT Food), Paulo Silveira (fundador e CEO do FoodTech Hub Latam), Fernando Bocchi (diretor de Pesquisa e Desenvolvimento/M. Dias Branco S.A.), Sérgio Pinto (founder @cellva), Paula Hemerly (Global R&D Open Innovation Lead/Mondeléz) e Patrícia Levy (Danone Brasil e Nutrição Especializada Américas).

Final do FoodTech Global Challenge, às 15h45

Alexandre Novachi (diretor de Assuntos Regulatórios e Científicos da ABIA), André M. Menezes (co-founder and former CEO TiNDLE), Claire Sarantópoulos (diretora de Ciência e Tecnologia do Ital), Bernadete Sampaio (senior R&D Executive/FoodTechHub Ecosystem Director /Consultant, Startup Mentor, Advisor), Piero Minardi (sócio diretor na Warburg Pincus/Managing Partner at Warburg Pincus), João Nery (vice president Innovation Quality Production Seara) e Thamires Ataulo Reis (head of Commercial & Innovation Procurement BAT – Souza Cruz).