Cantor de Forró suspeito de estuprar adolescente deixa prisão em Manaus

O juiz Rivaldo Matos Norões Filho, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), decidiu não converter a prisão temporária em preventiva

O cantor de forró Keven Fernandes da Silva, de 19 anos, foi liberado da prisão nesta terça-feira (2), após ser preso no dia 1° de março, suspeito de estuprar uma adolescente de 12 anos no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

O juiz Rivaldo Matos Norões Filho, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), decidiu não converter a prisão temporária em preventiva. Na decisão, o juiz determinou medidas cautelares, entre elas, manter distância mínima de 200 metros da vítima e sua família.

O cantor também está proibido de sair do estado do Amazonas sem autorização e deve se apresentar  à Justiça quando solicitado.

Sobre o caso

O cantor de forró Keven Fernandes da Silva, de 19 anos, se entregou a polícia no dia 1° de março, por suspeita de estuprar uma adolescente de 12 anos, no bairro Flores, zona centro-sul. A mãe da vítima foi quem denunciou o caso para a polícia.

A mãe da vítima disse para a polícia, que o cantor buscou a filha dela na casa dela por volta das 4h e a levou de volta para a residência apenas às 6h. Ainda segundo as informações preliminares, a mãe contou que viu nas imagens das câmeras de segurança o momento em que o homem buscou a adolescente.

Em depoimento, o cantor confessou ter mantido relações sexuais com a adolescente, porém, afirmou que não tinha conhecimento da sua idade.

LEIA MAIS:  Programa de monitoramento ambiental da UEA inicia expedição no rio Madeira