Inscrições para chamada internacional de apoio a pesquisas seguem abertas

Pesquisadores do Amazonas podem submeter propostas à Fapeam até esta sexta-feira (12)

Manaus – O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), recebe até sexta-feira (12), às 17h (horário Manaus), inscrições para a Chamada Confap & Wallonie Bruxelles – Bélgica 2024 (Chamada Confap –WBI 2024), realizada em parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a instituição Wallonie-Bruxelles International (WBI).

A chamada pública recebe investimento de R$ 348.400,00 do tesouro estadual do Amazonas, e a estimativa é apoiar até duas propostas.

Podem participar pesquisadores vinculados às instituições de ensino superior e/ou pesquisa ou centros de pesquisa sediados no Amazonas com projetos de excelência, inovadores e criativos.  A candidatura deverá ser realizada tanto na plataforma de submissão do Confap em: sistema.confap.org.br quanto via Sistema de Gestão da Informação da Fapeam (SigFapeam), disponível aqui.

Os candidatos devem ficar atentos a todos os critérios requisitos solicitados nos termos estabelecidos nos documentos da referida Chamada, publicados na página eletrônica do Confap, por meio do link.

Confira as diretrizes específicas da Fapeam aqui.

Para esclarecimentos e informações adicionais acerca do conteúdo das Diretrizes Específicas podem ser obtidos no e-mail: E-MAIL.

Sobre a Chamada

A Chamada Confap –WBI 2024 visa apoiar projetos de pesquisa conjuntos, principalmente, nos domínios das ciências da vida (saúde e tecnologias médicas), das ciências agrárias e das tecnologias de produção agroalimentar, das ciências da engenharia (mecânica e física, química e energia, transportes e logística, aeronáutica e espaço, materiais), das tecnologias ambientais e digitais, bem como qualquer projeto ligado à Amazônia, a fim de promover o intercâmbio científico entre grupos de pesquisa do Brasil e da Comunidade Francesa da Bélgica.

LEIA MAIS:  Cetam comemora 21 anos registrando a oferta de mais de 70 mil vagas em seis meses