Prefeito de Manacapuru fecha novo contrato milionário com empresa de ex-secretário

Contrato, que soma um valor global de R$ 6.237.508,02, tem gerado questionamentos e críticas.

O prefeito de Manacapuru, Beto D’Ângelo (Republicanos), está novamente sob os holofotes por fechar mais um contrato milionário com a empresa HBT Arquitetura e Engenharia. O contrato, que soma um valor global de R$ 6.237.508,02, tem gerado questionamentos e críticas tanto pela quantia envolvida quanto pela proximidade entre a administração municipal e a empresa contratada.

A HBT Arquitetura e Engenharia pertence a André Alessandro Telles, ex-secretário municipal de Obras, Serviços Públicos e Transporte de Manacapuru. Este detalhe, por si só, já levanta suspeitas de favorecimento e conluio. A empresa, inscrita no CNPJ nº 15.631.381/0001-84, foi contratada para a construção de quatro quadras cobertas sobre pilotis na zona rural do município, segundo consta no Diário Oficial da Associação Amazonense de Municípios (AAM).

O histórico da HBT com a gestão de Beto D’Ângelo é longo e repleto de aditamentos e prorrogações de contratos. Apenas em maio deste ano, dois contratos com a empresa foram prorrogados, aumentando o valor e o prazo dos mesmos. Entre as obras realizadas pela HBT estão a recuperação de trecho da avenida Eduardo Ribeiro e a reforma do hospital Lázaro Reis, projetos que, embora necessários, não escapam da sombra da desconfiança devido à recorrência das contratações e dos ajustes financeiros.

Um exemplo recente desse padrão é a retificação do Extrato do 3º Termo Aditivo ao Contrato nº 50/2021, que aumentou o valor de R$ 5,2 milhões para R$ 5,4 milhões. A adição de pouco mais de R$ 240,2 mil foi publicada quatro meses após a assinatura, no diário oficial da AAM, o que levanta questões sobre a transparência e a necessidade de tais ajustes.

LEIA MAIS:  Série B: Amazonas FC recebe Guarani-SP na Toca da Onça