Prefeitura de Manaus certifica mais de 40 participantes do curso ‘Introdução ao Mercado de Games’

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), certificou, na noite de segunda-feira, 30/10, mais de 40 participantes das quatro turmas do curso de “Introdução ao Mercado de Games”, na sede do Centro Universitário do Norte (Uninorte), na avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul da capital.

Como parte do edital “Mais Inovação 2022”, o curso foi executado pela Federação Amazonense de E-Sports (Faesp), com o objetivo incentivar e qualificar a população para obter melhor rendimento profissional no mercado da inovação, além de facilitar a visão de negócios em jogos virtuais, para todas as idades.

“O curso oferece uma base sólida para qualquer pessoa interessada em ingressar na indústria de jogos, proporcionando conhecimento, habilidades e contatos que podem ser fundamentais para o sucesso nesse setor em constante crescimento. Então, são mais profissionais que vão poder acessar essa lacuna, que precisa ser preenchida na área tecnológica em nossa cidade”, destacou o titular da Semtepi, Radyr Júnior.

O mercado de games desempenha um papel crucial na inovação tecnológica, na educação, no treinamento, na criatividade, na economia e na solução de problemas complexos. Sua influência se estende a diversas áreas da sociedade, tornando-o um componente essencial da cultura contemporânea e da evolução tecnológica.

De acordo com a participante Ednira Guedes, que atua na área da Tecnologia, o curso apontou para metodologias com conteúdo teórico e prático que ampliaram sua visão de mercado. Segundo ela, os tópicos foram desde modelagem até designers de jogos.

“Foi incrível aprender sobre a mecânica de jogos e toda parte da produção. É muito gratificante, porque entendemos na prática sobre o avanço tecnológico e a importância dele no mundo em que vivemos, pois tudo depende da tecnologia”, explicou a aluna.

LEIA MAIS:  Omar Aziz defende ministra da Saúde e critica negacionistas da ciência em audiência na CAS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *