CPI da Semcom completa 14 assinaturas e será instaurada em breve na CMM

Treze vereadores já haviam assinado o requerimento, faltava apenas uma assinatura para a abertura da CPI

Nesta segunda-feira (1º), o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Caio André (Podemos), assinou o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), e apurar denúncia sobre pagamento em dinheiro a um portal de notícias da capital, conforme vídeo divulgado pelo portal Metrópoles no dia 14 de março. As imagens, conforme a publicação, teriam sido gravadas no interior da Semcom, que funciona no mesmo prédio da Prefeitura de Manaus.

Apresentado pelos vereadores William Alemão (Cidadania), Capitão Carpê (Republicanos) e Rodrigo Guedes (Podemos), o requerimento precisava de ao menos 14 assinaturas para que a investigação seja instalada. Treze vereadores já haviam assinado o requerimento, faltava apenas uma assinatura para a abertura da CPI.

Com a provável abertura da CPI nesta semana, os próximos passos incluem a votação no Plenário da Câmara Municipal, bem como a definição dos membros que irão compor a comissão, incluindo presidente, vice e relator.

O secretário da Semcom, Israel Conte, esteve no plenário Adriano Jorge no último dia 20 de março e apresentou um laudo pericial feito pela empresa particular “Smart Perícias” aponta que o vídeo é manipulado. Ele também respondeu aos questionamentos dos parlamentares.

Veja os vereadores que assinaram a CPI:

Glória Carratte (PSB)

Diego Afonso (UB)

Everton Assis (UB)

Professora Jacqueline (UB)

William Alemão (Cidadania)

Capitão Carpê (Republicanos)

Rodrigo Guedes (Podemos)

Lissandro Breval (Avante)

Thaysa Lippy (PP)

Marcelo Serafim (PSB)

Raiff Matos (DC)

Elissandro Bessa (Solidariedade)

Jaildo Oliveira (PV)

LEIA MAIS:  VÍDEO: Mulher leva idoso morto em cadeira de rodas para sacar empréstimo de R$ 17 mil em banco

Caio André (Podemos)